Minimalismo além do Pinterest: 5 reflexões para ficar menos frustrado

A estética do minimalismo é muito legal. Sóbria, moderna e elegante, ela ganhou inúmeros adeptos pelo mundo e virou tendência de decoração. E que tal levar o minimalismo para além da estética?

Primeiramente, devemos salientar que não há problema algum em adotar o minimalismo apenas como uma corrente estética, mas ele pode ser mais do que isso e fazer sua vida bem mais descomplicada.

Confira 5 pontos para refletir e encarar o minimalismo para além da decoração.

1. Economia e praticidade

Um dos pontos centrais do minimalismo é viver com menos, seja para facilitar a vida, economizar dinheiro ou contribuir com a preservação do meio ambiente. E tudo isso se reflete na sua rotina, se aplicado verdadeiramente.

Não é necessário jogar tudo fora e redecorar a sua casa com móveis caros só porque eles tem uma cara minimalista. (E se você quiser também não tem problema).

A questão é assimilar o viver com menos dentro de você, e então não será necessário redecorar tudo com móveis de design. Você se tornará menos consumista, comprará menos tralhas por impulso, e não irá comprar simplesmente para aliviar a tristeza. E então sobrará mais dinheiro, mais tempo, menos coisas para cuidar e menos móveis para bater o dedinho do pé.

2. Conforto

Consumir menos significa ficar menos estressado por endividamento. Significa que no final do mês você sofrerá menos a angústia de gastar todo o seu salário com as contas para pagar. Assim, sua vida ficará mais confortável e, se quiser, pode até ser mais fácil de economizar para o que você realmente quer, seja lá o que for.

E o conforto não é apenas financeiro, mas também mental, já que você irá competir menos para comprar coisas.

3. Não se endivide ao entrar no minimalismo

Ser minimalista não necessita bradar sua nova filosofia de vida aos quatro ventos para que todo mundo saiba que você é de fato um minimalista. E não precisa redecorar a casa toda com móveis caros. Na verdade nem precisa redecorar a casa.

Ao optar pelo minimalismo, escolha o que é melhor para o seu bolso, para o seu bem-estar, e então você estará vivendo o minimalismo de verdade, sem nem precisar comprar um sofá de linhas retas. O minimalismo precisa primeiro existir dentro de você.

Se você jogou seus móveis fora, comprou tudo novo e bonitinho e agora está cheio de boletos chegando, meu bem, você está fazendo isso errado e caiu em um modismo.

4. Cuidado com a frustração

Você navega no Pinterest procurando por inspirações minimalistas, e elas são todas lindas e elegantérrimas (e realmente são). Mas na sua casa você não consegue atingir aquele padrão escandinavo e fica frustrado. Não tem problema!

Na nossa cultura, existe um forte consumo de imagens. O corpo perfeito, a decoração perfeita, o relacionamento, o diploma, as viagens… e até o minimalismo. Não deixe essas imagens de revista fazerem você ficar triste. O seu minimalismo é o seu minimalismo, e ninguém precisa se meter nele. Cuidado com os fiscais.

Se o seu minimalismo é feito de potinhos de sorvete, e não de cerâmicas elegantes, não tem problema, seu minimalismo é lindo e autêntico! Não precisa sofrer pra ter uma casa de revista se na sua rotina está tudo certo na maneira com que você encontra para aplicar o minimalismo. Você não mora dentro de uma revista, e sim no mundo real. Lembre-se disso.

5. Simplifique!

O minimalismo como filosofia tem seu grande pilar na simplicidade. Se você está sofrendo para ser minimalista, talvez esteja procurando por padrões inatingíveis de revista, ou simplesmente o minimalismo não é pra você. E se ele não for pra você, tudo bem!

O importante é que você consiga simplificar a vida de verdade para viver com mais qualidade, ter mais tempo para fazer o que gosta, mais tempo para a família e os amigos, e menos contas para pagar.

Quais hábitos nocivos você pode cortar para viver melhor? No final, é só isso que importa. E foda-se a decoração da casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s